Estádio Olímpia - Foto de Guenter Wieschendahl - Wikipédia

Olímpia é uma cidade grega, famosa por ter sido o local onde se realizavam os Jogos Olímpicos da Antiguidade até sua supressão em 394 pelo imperador romano Teodósio I. Os jogos eram dedicados a Zeus, e já existem há quase 3.000 anos.

Antes e depois dos Jogos Olímpicos de Londres 2012, a Grécia tem sido o foco dos últimos noticiários, dado que foi o povo grego quem criou os Jogos Olímpicos; designado como um festival religioso e atlético da Grécia Antiga, e que se realizava de quatro em quatro anos no santuário de Olímpia em honra de Zeus. A data atribuída à primeira edição dos Jogos Olímpicos é 776 a.C.

Os jogos Olímpicos eram parte dos quatro jogos Pan-Helênicos que se realizavam na Grécia Antiga. Os outros eram os jogos Píticos, em Delfos, que eram dedicados a Apolo, e os jogos Nemeos, em Argos, dedicados a Hera. Havia também os jogos Ítsmicos, em Corinto, dedicados ao deus do mar Poseidon.

Há milhares de anos nos jogos Olímpicos, em Olímpia, praticavam-se modalidades como a luta, lançamento do disco ou dardos, e corridas de carros. As competições tinham na sua maioria homens, que participavam completamente nus. O público era exclusivamente masculino.

Depois do imperador Teodósio ter abolido os jogos, estes apenas voltaram em 1896, no Estádio Panatenaico de Atenas. Ainda assim, a cidade de Olímpia contínua a ser um ponto a ver ao visitar a Grécia.

Como vimos acima os Jogos Olímpicos chegaram ao seu final com o imperador Theosodius I, que os aboliu com um decreto depois de os acusar de espalhar o paganismo. Nos dias de hoje Olímpia continua a ser uma das cidades mais visitadas da Grécia, por sua história, por sua beleza e porque ainda ocupa um papel importante no esporte mundial.

É no Estádio Olímpia, que a chama Olímpica se acende de quatro em quatro anos, dando início à contagem regressiva para o início dos Jogos Olímpicos.

Esta chama acende uma tocha que é transportada por diversos atletas até o local da realização dos Jogos dessa Olimpíada. Outro ponto importante na cidade é o Museu Arqueológico de Olímpia, um dos mais importantes da Grécia que expõe em suas salas os achados arqueológicos da área do santuário que datam desde a Pré-história até o início da era cristã.

O que ver em Olímpia

Detentora de um dos sítios arqueológicos mais importantes do mundo, Olímpia impressiona pela beleza e pela quantidade de ruínas. Neste sítio arqueológico estão o Templo de Hera ou Heraion, o Templo de Zeus, o Pelopion e a área do altar de sacrifícios. No local, foram encontrados vestígios de alimentos e oferendas incineradas datando do século X a.C., evidenciando uma longa história de ocupação humana na região.

Olímpia também é famosa, porque lá se encontrava a famosa estátua de Zeus com doze metros de altura, toda de ouro e marfim. A estátua foi destruída em um incêndio e o templo pereceu num terremoto no século V d.C.

Continua de qualquer modo a ter vários pontos turísticos para ver, incluindo alguns do mais famosos monumentos da Grécia Antiga.

Museu Arqueológico de Olímpia

Neste museu tem restos encontrados na zona arqueológica da cidade, sendo este assim considerado um dos melhores de toda a Grécia. Se visitar destacamos os restos do Templo de Zeus.

Museu dos Jogos Antigos

A sua visita a Olímpia certamente estará ligada aos antigos jogos Olímpicos, e assim não pode deixar de visitar o Museu dos Jogos Antigos, onde encontra objetos como mosaicos e pinturas que expressam a importância que estes tinham na Grécia Antiga.

Na cidade encontra também o Museu dos Jogos Olímpicos atuais, caso tenha interesse na diferença da cultura de há quase 3.000 anos atrás e de hoje em dia, celebrando os mesmos jogos de quatro em quatro anos.

Estádio Olímpia

Ainda é possível visitar o Estádio de Olímpia onde antigamente alguns dos eventos decorriam. A história por detrás deste local não tem igual, e o seu estado de conservação é tão bom que em 2004 foi usado para um evento moderno.

Note que, no entanto, o que está melhor conservado era a pista de corrida onde se determinavam que era a pessoa que corriam ais rápido no mundo.

Philippeion 

O Philippeion é um Famoso templo em Olímpia onde estão estátuas de Phillip da Macedónia e do seu filho, conhecido como Alexandre o Grande, entre outros. Alexandre o Grande é conhecido por ter conquistado o império Persa na altura.

No santuário, a Altis de Olímpia, a estátua de Philip, para celebrar a sua vitória na batalha de Chaeronea, foi a primeira de um mortal, em contraste a todas as estátuas de Deuses na estrutura.

Como chegar a Olímpia

Dada a sua significância, a cidade de Olímpia está bem ligada ao resto da Grécia, logo se pretende chegar lá consegue fazê-lo com facilidade saindo de Atenas, tendo várias opções ao seu dispor.

Excursões

Há muitas empresas a fazer excursões para a cidade de Olímpia, e se deseja ver todos os pontos turísticos e ter algumas explicações dos locais pode ser a sua melhor opção. Tours de um só dia não se encontram, mas de três a quatro dias existem alguns, que ainda visitam outras cidades na Grécia.

Carro

Se pretende visitar Olímpia por si mesmo de forma rápida e flexível, o aluguel de um carro será a sua melhor opção – e possivelmente a mais econômica. Ir de Atenas até Olímpia de carro pode ser feito pegando duas rotas diferentes:

A primeira, Corinto-Patras-Pyrgos, é a maior, mas feita por rodovia, logo a mais rápida. A distância que terá de percorrer será de 350 quilômetros, o que a um bom ritmo significa uma viagem de três horas e meia, mais se tiver algumas paragens.

A segunda, Corinto-Trípoli-Arcadia, implica ir de rodovia em direção a Trípoli, mas sair alguns quilômetros antes de chegar, num desvio para Ancient Olympia. Esse trajeto demora cerca de cinco horas a ser feito a bom ritmo, para um total de 320 quilômetros.

Aqui as estradas são um pouco mais ruins, mas as vistas muito mais bonitas.

Ônibus

Alternativamente pode apanhar o ônibus e ir de Atenas até Olímpia. Estes partem do Terminal A (Kifissou 100) às 9:30 e às 12:30. O trajeto demora cinco horas e meia, logo aconselhamos levar algo para se entreter.

Para ter mais flexibilidade no horário, pegue o ônibus até Pyrgos. De lá tem trajetos para Olímpia com mais frequência. Aconselhamos a compra de passagem de retorno de forma antecipada, para ajudar a ser uma viagem mais econômica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here