Veneza, Italia

Se sempre desejou casar em Itália esta pode ser a sua oportunidade, visto que o governo da Sicília, no sul do país, aprovou um programa que distribuirá até RS$ 18,000 para casais que se queiram casar lá.

O programa vale até julho de 2021 e prevê que seja distribuídos um total de R$ 21.7 milhões sejam distribuídos por um total de 1,1 mil casais. O objetivo do governo da Sicília é incentivar o turismo nupcial, e impulsionar o faturamento de empresas que organizam e tratam de casamentos.

Estas foram duramente afetadas pela pandemia. Gaetano Armao, secretário siciliano da Economia, afirmou:

  • “Estima-se que nossa contribuição conseguirá gerar um faturamento total de cerca de 40 ou 50 milhões de euros [R$ 248 a R$ 310 milhões]”

O apoio será para casais civis ou religiosos que casarem na Sicília, uma das regiões mais atrativas para turistas em Itália. Por lá se encontram belas praias, cidades históricas, e uma paisagem natural que inclui o Monte Etna.

As autoridades ainda não explicaram o programa, ou se valerá a a pena para turistas estrangeiros. Os dados que o governo tem, segundo o secretário de Família da Sicília, Antonio Scavone, são que cerca de 70 mil casamentos foram cancelados por causa da pandemia.

O turismo nupcial já se tornou tradição na ilha da Sicília, que tem vindo a atrair casais do norte da Europa depois de um casal de suecos se ter casado lá. Como tínhamos visto o turismo na Itália teve um verão este ano “para esquecer.”